Sensualidade e autoestima!

0

Aulas de Twerk proporcionam benefícios para a saúde emocional, mental e física dos praticantes

Por Thais Marques

 

A palavra Twerk é utilizada para designar um estilo de dança que possui muita sensualidade, tendo em vista que os movimentos focam nos quadris e em agachamentos, alguns deles na posição de cócoras. A dança ficou mundialmente conhecida por meio de cantoras como Rihanna, Beyoncé, Nicki Minaj e Miley Cyrus, que adicionam a modalidade em suas coreografias de shows e videoclipes.

Mariana de Lima – Profissional de educação física e professora de dança

Ao contrário do que muitos ainda pensam, o Twerk é muito mais do que uma aula para se aprender a rebolar a bunda. A profissional de educação física e professora de Twerk Mariana de Lima garante que a dança é um exercício completo, que além de fortalecer a musculatura e colaborar com a perda de peso, também está diretamente conectada com a autoestima, segurança e confiança das pessoas (principalmente mulheres) em relação ao próprio corpo.

Benefícios para o corpo e mente

Segundo ela, o Twerk é capaz de proporcionar maior consciência corporal, melhorar a condição muscular e articular do praticante, promover o ganho de condicionamento físico e flexibilidade, aumentar significativamente o equilíbrio, colaborar com a autoestima e confiança, promover a sociabilização, garantir maior concentração e ainda desenvolver potencialmente a sensualidade, dentre outros benefícios.

Além disso, em uma aula é possível queimar cerca de 500 kcal, pois há um grande estímulo dos músculos do abdome, lombar, coxas, pernas e glúteos, resultando em fortalecimento destes e perca de gordura, essencial para homens e mulheres que buscam um corpo definido e resistente. “É uma atividade que proporciona desenvolvimento de diversas capacidades físicas”, complementa Mariana.

Dançar também pode beneficiar – e muito – a saúde emocional e mental dos praticantes. É uma atividade, acima de tudo, prazerosa. “Sentir a música e os movimentos é libertador. Muitas vezes, já na primeira aula, percebemos como os alunos saem diferentes, mais alegres e felizes. A cada novo passo aprendido, ganhamos confiança, e isso reflete em todos os âmbitos da nossa vida”.

Sobre as aulas

A professora explica que, inicialmente, são realizados exercícios de alongamento e aquecimento. “Em seguida fazemos exercícios para o fortalecimento dos músculos que serão trabalhados e com os passos característicos da modalidade para o aperfeiçoamento”. Por último, esses passos serão trabalhados em coreografias de Twerk, que também recebem influências do Hip Hop, Jazz, Ballet e outros.

Quem pode fazer

Mariana afirma que todas as pessoas podem fazer as aulas, já que os movimentos são naturais e fisiológicos do corpo. Não há restrição de idade, crianças e adolescentes também podem realizar mediante a autorização dos pais. “Recomendamos para pessoas com alteração de padrão nas estruturas realizarem também um treinamento específico para a correção, pois os movimentos podem ser agressivos e não podemos arriscar a integridade dos alunos”, explica.

Portanto, se você busca uma nova sensação, quebrar paradigmas e aprender a movimentar seu corpo com determinação e sensualidade, o Twerk pode ser a pedida certa. E aí, que tal agendar uma aula experimental?

Se preferir, clique abaixo para acessar a matéria na versão web da Revista Touch:

#Esportes

Sem comentários