Comida natural para o seu pet

0

Saiba quais são os benefícios da alimentação natural caseira para os bichinhos

Por Thais Marques Fotos: Arquivo pessoal / Shutterstock

 

A alimentação ideal para os pets é uma dúvida frequente entre os tutores. Meu cãozinho pode comer algo além de ração? A dieta do meu gato pode conter peixe ou algum outro tipo de carne? Os bichinhos podem comer alimentos preparados em casa? Para falar sobre alimentação natural caseira e os benefícios para a saúde dos pets, conversamos com as médicas veterinárias Marina Spinardi, especializada em dermatologia, e Thaísa Lara, consultora em alimentação natural. Confira:

O que é alimentação natural para pets?

Uma alimentação natural para cães e gatos consiste em uma dieta caseira balanceada ou bio-adaptada, desenvolvida e elaborada para atender plenamente todos os requerimentos nutricionais de cada animal. Ela deve ser composta por proteína animal de excelente qualidade (as mais comuns são: carne bovina, suína, de peixe e frango), gorduras saudáveis (óleo de coco, azeite de oliva, óleo de girassol prensado a frio), carboidratos (grãos como arroz e aveia, tubérculos como batata-doce, mandioca, mandioquinha, etc), legumes, verduras e hortaliças que, estando em perfeito equilíbrio, proporcionam um melhor aproveitamento de cada alimento.

Quais são os benefícios da alimentação natural?

Dentre os inúmeros benefícios que podemos listar, o mais importante é que a alimentação natural caseira é uma excelente forma de promover a saúde do pet como um todo. “A dieta aumenta a imunidade, proporcionando maior vitalidade, deixando a pelagem mais macia e brilhante, fezes mais firmes e com menos cheiro, maior hidratação, proteção do sistema urinário (rins), menos gases, maior aproveitamento de nutrientes e menor carga glicêmica”, afirma Thaísa.

Qualquer pet pode seguir uma dieta natural caseira?

As veterinárias explicam que, de modo geral, qualquer animal saudável pode aderir à alimentação natural. Caso o pet tenha algum problema de saúde, existe também a alimentação natural terapêutica específica para cada patologia.

Comida natural caseira pode ser mais saudável e completa que ração?

Segundo elas, a alimentação natural tem a vantagem da diversificação dos alimentos, sendo possível ajustar a dieta conforme as necessidades nutricionais de cada animalzinho, tornando-a mais completa e específica para cada pet. “Um cardápio natural é livre de aditivos químicos como corantes, palatabilizantes e conservantes, e quando elaborada corretamente, a direta proporciona saúde, bem-estar e maior longevidade, além de ser altamente saborosa – até mesmo para animais com paladar seletivo”, explica Marina.

Mas atenção: se não forem seguidas todas as recomendações feitas pelo médico veterinário em relação ao preparo e formulação da dieta, a ração ainda será a melhor opção.

Qual é a relação das alergias com a alimentação?

Grande parte das alergias pode estar ligada ao fator de hipersensibilidade a certos alimentos. Segundo as veterinárias, alguns pets podem apresentar alergia a frango, peixes, ovos, grãos e outros alimentos, além de aditivos como conservantes, palatabilizantes ou corantes de ração. Reações como coceira, vermelhidão na pele, feridas, bolhas, vômito ou diarreia, quando acontecem logo em seguida da introdução de um novo ingrediente na dieta, podem indicar alergia aquele ingrediente. “A instituição de uma dieta de eliminação é a única maneira de descobrir a que alimentos os pets são alérgicos. Se seu animalzinho sofre com algum tipo de problema de pele e outras causas já foram descartadas (pulgas, carrapatos, sarnas, etc.), repasse essas informações ao seu médico veterinário para que seja feita a formulação de uma dieta de eliminação”, indica Thaísa.

O que os animais NÃO podem ingerir?

Os principais alimentos que cães e gatos não podem ingerir são: chocolate, macadâmia, adoçante xilitol, cebola e acebolados, alho (no caso de gatos), uvas e uvas-passas, carambola, massas de pães e bolos cruas, açúcar e alimentos açucarados, frituras, chá preto e café, bebidas que contenham álcool, pimenta malagueta, ossos cozidos ou assados, “ossos” de couro branco.

E lembre-se: quando o assunto são os bichinhos, é sempre importante consultar um médico veterinário. Para montar uma dieta de alimentação natural caseira corretamente e evitar os transtornos causados por dietas inadequadas escolha um profissional da área que trabalhe com consultoria em alimentação natural.

 
Se preferir, clique abaixo para acessar a matéria na versão web da Revista Touch:

#InfoPet

Sem comentários

CASANÓZ

Saiba mais sobre a fundação da primeira casa de cultura de Cascavel