Arte registra arte

0

O fotógrafo e videomaker cascavelense que trabalha acompanhando artistas do mundo da música

Por Thais Marques Fotos: Arquivo pessoal

 

Viver o momento: essa é a frase que define o processo criativo do fotógrafo e videomaker Marcio Luz. Para ele, só é possível transmitir verdadeiramente algo quando se está inserido naquilo, e é por isso que hoje o foco principal dos seus trabalhos é acompanhar e registrar outros artistas, principalmente no ramo da música. “O mundo de shows e festas é o que vivo atualmente. É tudo uma celebração”.

O início da relação de Marcio com o mundo da fotografia aconteceu quando ele participava de uma banda, e os integrantes conversavam muito sobre fotografar as vivências daquele momento, admirando fotógrafos renomados desse segmento. Apesar disso, o verdadeiro despertar veio por meio de um relacionamento com uma fotógrafa. “Eu bolava ideias de fotos e a gente executava, e isso me mostrou que eu tinha jeito para a coisa”, comenta.

Os primeiros cliques eram pouco pretensiosos. “Eu trabalhava em uma portaria de empresa, e nela tinha umas locações bem iradas. Na época eu tinha um celular v3x e fazia muitos autorretratos. Eu planejava a foto na cabeça, colocava o celular no timer e corria. Era engraçado”, relembra. Para Marcio essa foi a primeira escola, mas a história que o colocou seriamente no rumo da fotografia começou quando ele largou a faculdade de administração, comprou uma câmera usada e fez as malas rumo à Curitiba, onde participaria do primeiro worskshop, com um fotógrafo de bandas chamado Luringa. “Ele expandiu minha mente para mil lugares, tive a oportunidade de fotografar um show da Banda Strike ao lado dele em Curitiba. Conversamos muito e nos tornamos grandes amigos. Depois disso, fiz outros workshops presenciais com fotógrafos, participei de palestras e comprei vários cursos online. O segredo é nunca parar de estudar, porque sempre existe algo novo para se aprender”, afirma o artista.

Da fotografia para os vídeos

A união da fotografia com o vídeo aconteceu de forma natural, pois durante as viagens fotografando bandas, Marcio costumava gravar informalmente os bastidores – mas até então nunca tinha editado um vídeo. “Em maio de 2018 aconteceu de eu ter oportunidade de gravar e editar um vídeo de uma dupla de DJs aqui de Cascavel, e o resultado agradou a ambos. A partir daí, começaram a surgir vários clientes e nunca mais parei”.

Hoje a paixão acompanha as duas áreas com a mesma intensidade. “Eu fiquei 4 anos apenas fotografando. Quando decidi me aventurar no vídeo, o segredo foi utilizar minhas técnicas de fotografia. Então, uma coisa está sempre presente na outra, e por isso elas andam lado a lado e se complementam”, explica.

De artista para artista

Fotografar e gravar artistas é também viver com o pé na estrada acompanhando shows, apresentações e performances. Em 2018 ele passou por mais de 15 cidades diferentes realizando trabalhos, além de um especial em Concepción, no Paraguai. Para ele, esse processo é uma grande experiência de troca de aprendizados. “Talvez por isso eu seja tão feliz fazendo o que faço. Estou com artistas, sabe? Eles sempre podem me ensinar alguma coisa diferente que acrescente no meu trabalho e vice-versa”.

Além do horizonte

Ele define o futuro como um leque aberto, cheio de possibilidades. “Eu espero que me traga várias experiências únicas e que elas sejam de muito aprendizado. Quero estudar e me desenvolver cada vez mais, profissionalmente e pessoalmente. Estou com um convite para ir trabalhar na maior cidade do Brasil em 2019. O mesmo convite rolou em 2018 também, mas eu sentia que precisava de mais bagagem, que agora eu consegui. Então, possivelmente eu vá viver umas experiências em outro lugar, mas fico feliz em trabalhar onde quer que seja, porque esse é o barato da minha profissão: poder fazer com que qualquer lugar se torne especial”, finaliza.

Para acompanhar

“Eu tenho vários perfis no Instagram (risos). O @marcioluzlifestyle, onde mostro totalmente o meu dia a dia, com rolês, trampos e afins, e também posto muitas coisas de trabalho, inclusive os vídeos; tenho o @photoliberte, com meus trabalhos de casais e casamentos e o @marcioluz_ensaiosfemininos, com os trabalhos de ensaios femininos”. Agora é só seguir o Marcio nas redes e ficar ligado no que vem por aí!

 

Se preferir, clique abaixo para acessar a matéria na versão web da Revista Touch:

#CoolTime

Sem comentários

Cross Kids

O treinamento funcional adaptado para crianças que envolve muita diversão e interação social